2022JÁ TEMOS OS POEMAS FINALISTAS DA PORTUGAL E DA GALIZA!

JÁ TEMOS OS POEMAS FINALISTAS DA PORTUGAL E DA GALIZA!

Com “Andorinhas” e “Peixe” já escolhidos como as melhores músicas do ano em Portugal e na Galiza, o concurso aRitmar procura agora aqueles que serão escolhidos como os melhores poemas do passado 2021.

Após cerca de um mês de deliberação, o júri do concurso acaba de escolher os poemas finalistas. São 10 poemas portugueses 10 poemas galegos cujo nome será publicado esta terça-feira, 19 de abril, ao mesmo tempo que abre a votação para que o público possa, a partir do site aRitmar, escolher as melhores poesias do ano.

Os poemas finalistas desta edição são os galegos: Un coro (Carlos Callón), O acivro e o cristal (Daniel Salgado), Couza (Inma Doval Porto),  Anatomía dun home-peixe (Jorge Rodríguez Durán), REXISTRO CIVIL (Luís Rei Nuñez) MAI (Manuel Rivas), A PARELLA de lavancos… (Marta Dacosta Alonso), ASULAGADAS (Suso Díaz), 9 Medrei na arela desa pantasma (Teresa Ríos Noya), Anorak de pel de caribú (VV AA_Lúa Mosquetera) e as portuguesas: Ana Luísa Amaral (A mesa), Cecília Barreira (E se), Diogo Costa Leal (O poeta escreve), José Tolentino de Mendonça (O conhecimento da flor), Lídia Borges (Aos versos quero-os claros como auroras), Margarida Vale de Gato (Feira da ladra), Pedro Eiras (Errei, como toda a gente), Raquel Serejo Martins (Comprar um móvel com muitas gavetas), Sérgio Godinho (A cada degrau) e Wilma Vieira (E se eu fosse eu?).

Todos os que desejarem participar podem votar pelo site aRi[t]mar das 16h do dia 19 de abril às 23h59 do dia 16 de maio, e posteriormente participarão de um sorteio de um lote de livros.

Ari[t]mar é um projeto didático e cultural da Escola Oficial de Línguas de Santiago de Compostela, pertencente ao Ministério da Educação, Universidade e Formação Profissional da Xunta de Galicia, e que visa divulgar a atualidade galego-portuguesa música e poesia e aproximar a cultura e a língua dos dois países, no quadro da Lei Valentín Paz-Andrade para o uso do ensino da língua portuguesa e as ligações com a lusofonia.

PT