27 de outubro | Cerimônia de premiação de gala e apresentações

Auditorio de Galicia | Compostela

BIO

(Cedeira, GZ, 1974) é uma das artistas mais relevantes da cena galega atual. Ela juntou-se a Berrogüetto como vocalista, pianista e gaiteira. Nessa altura, Guadi já começava a experimentar vários sons em várias formações, como o seu projeto mais íntimo e pessoal, Espido (com Guillerme Fernández) ou Nordestin@s (com Abe Rábade e Ugia Pedreira).

Em 2009 lançou Benzón, álbum aclamado pela crítica galega e espanhola com que iniciou a sua carreira a solo, sem deixar de participar noutros projetos. Benzón, album aclamado pola crítica galega e española co que inicia a súa carreira en solitario, sen deixar de participar noutros proxectos.

Em 2012 uniu-se aos músicos Xabier Díaz, Guillerme Fernández e Xosé Lois Romero para formar o grupo aCadaCanto. Com eles editou um disco homónimo, e outro em 2013, A rosa d’Adina. Receberam esse ano o Premio Martín Códax da Música na categoria de Canção de Autor. A rosa d’Adina. Reciben ese ano o Premio Martín Códax da Música na categoría de Canción de Autor.

En 2014 publicou o seu segundo trabalho a solo, Lúas de outubro e agosto, e em 2016 (ano em que ganhou o Premio Martín Códax da Música à Melhor Artista na categoria de Canção de Autor), saiu o terceiro, O mundo está parado. Lúas de outubro e agosto, e en 2016 (ano no que acada o Premio Martín Códax da Música á Mellor Artista na categoría de Canción de Autor), sae o terceiro, O mundo está parado.

Em 2015 recebeu o Prémio da Crítica Galega na categoria Música.

Em outubro de 2019 publicou Immersión, um trabalho em que reinterpreta temas dos seus três discos anteriores cantados em sete línguas peninsulares: galego, catalão, castelhano, asturiano, aranês, basco e português, com colaborações de numerosos artistas. Immersión, un traballo no que reinterpreta temas dos seus tres discos anteriores cantados en sete linguas peninsulares: galego, catalá, castellano, asturianu, aranés, euskera e portugués, coas colaboracións de numerosos artistas.

Foi galardoada com o Prémio à Promoção da Realidade Plurilingue do Estado 2020. Este ano voltou a receber o Prémio Martín Códax da Música à Melhor Artista na categoria de Indie/Pop e está nas redes e no mercado o seu 5º disco a solo, Costuras, do qual forma parte a canção ganhadora desta edi Costuras, do que forma parte a canción gañadora desta edición.

Fonte

Adaptado de guadigalego.eu

Desprazamento
Bottom Reached
PT